DESVENDANDO O ARCO IRIS PDF

Trying to discard all the things youve learned about droplets of moisture and the refractive index of light? Imagining how youd interpret the phenomenon from a position of scientific ignorance? For me, this brought to mind two things. First, that Keats Have you ever, while sheltering in space-time under threat of a belligerent snippet of information enclosed in a flimsy lipid membrane, sat on your porch during the rain and tried to derive from first principles how it is that a rainbow forms?

Author:Ketaur JoJolabar
Country:Denmark
Language:English (Spanish)
Genre:Spiritual
Published (Last):6 January 2007
Pages:152
PDF File Size:2.74 Mb
ePub File Size:7.94 Mb
ISBN:872-2-77516-797-5
Downloads:68971
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Fektilar



Matt Ridley Editora Record. Rio de Janeiro. Dawkins pode ficar mais tranqьilo agora. Em seu livro, o zoуlogo Matt Ridley, da Universidade de Oxford, afirma que a evoluзгo coloca os seres uns contra os outros, mas tambйm os condiciona a procurar ajuda mъtua.

Ou seja, a vida nгo й sу um vale-tudo individualista e sanguinбrio em defesa de genes egoнstas. Nгo fosse assim, homens, abelhas e formigas jamais teriam conseguido se organizar em sociedades complexas, baseadas no cooperativismo e na divisгo do trabalho.

Ridley faz dessa discussгo o tema central de seu livro. Ele acredita que os seres mais bem-sucedidos sгo os que cooperam entre si. Mais do que qualquer outro animal, os homens dependem uns dos outros. Esse conjunto de instintos hipersociais й o que distingue a humanidade de outras espйcies. Mesmo a revoluзгo do gene egoнsta abre espaзo para o altruнsmo: "Genes egoнstas аs vezes usam indivнduos desprendidos para alcanзar seus fins", explica Ridley, para quem a mente humana foi formada para ser social, fidedigna e cooperadora.

Trecho Os grupos cooperativos florescem e os egoнstas nгo, portanto as sociedades cooperativas sobreviveram em detrimento de outras. A seleзгo natural aconteceu nгo no nнvel do indivнduo, mas no do bando ou da tribo.

Principalmente se os leitores forem jovens mais familiarizados com a linguagem da internet e das histуrias em quadrinhos do que com os jargхes da ciкncia. Unindo arte e ciкncia, eles optaram pela linguagem das "graphics novels" para realizar a proeza.

O resultado foi um бlbum com imagens criadas por Rangel sobre roteiro de De Meis. Os leitores fazem uma longa viagem pela Histуria, passando pela consolidaзгo da ciкncia moderna, que tem como um dos marcos a publicaзгo, em , do Discurso sobre o Mйtodo, de Renй Descartes O sentido do arco-нris A ciкncia vista como meio para admirar a natureza Companhia das Letras.

Sгo Paulo. Nesse seu novo livro, ele responde a John Keats, que, no poema Lamia , queixa-se de que Isaac Newton destruiu a beleza do arco-нris ao explicar a origem de suas cores. O cientista prova o oposto, ou seja, ao acrescentar conhecimento а estйtica, й possнvel aumentar a beleza do Universo.

Para Dawkins, conhecimento nгo significa falta de graзa, e a elucidaзгo de um mistйrio nгo й obra de desmancha-prazeres, ao contrбrio do que pensavam os romвnticos e hoje os adeptos da pseudociкncia.

Por que a mudanзa? Richard Dawkins: Existe uma tendкncia entre os espнritos poйticos de acreditar que os mistйrios perdem a beleza quando resolvidos. No prefбcio do meu livro, conto como um editor de O Gene Egoнsta disse que nгo conseguiu dormir durante trкs noites depois de lк-lo, tгo perturbado ficou com a "mensagem", que a ele pareceu desolada e fria. Acusaзхes desse tipo sгo freqьentemente lanзadas а ciкncia, e o livro й uma tentativa de rebatк-las.

Galileu: O senhor nгo acha que os cientistas contribuem para esse preconceito? Muitos professores de ciкncia tambйm ensinam de uma maneira бrida, a ponto de espantar os alunos Dawkins: Concordo com vocк.

Por isso, gostaria muito que Desvendando o Arco-Нris fosse lido por professores de ciкncia e que o livro pudesse inspirб-los a transmitir a seus alunos a beleza da ciкncia.

Galileu: O senhor concorda com a crнtica de que a ciкncia foi parcialmente responsбvel por grandes problemas da humanidade, como a guerra atфmica, as pesquisas sobre a eugenia, a poluiзгo?

Dawkins: A ciкncia traz os meios mais eficientes de fazer o que se deseja fazer. Se a humanidade quiser se destruir, a ciкncia providencia um mйtodo eficiente para isso. Se a humanidade quiser evoluir, a ciкncia ensina como. Os cientistas tкm a responsabilidade de fazer as coisas acontecerem. Como o restante da humanidade.

Galileu: Existe em todos os lugares uma fascinaзгo pela chamada pseudociкncia. O senhor acha que ela se deve apenas а ignorвncia? Dawkins: Ignorвncia acrescida pela divulgaзгo feita por jornalistas e pela televisгo preguiзosa. Preguiзosa no sentido de que essa divulgaзгo se destina a conseguir o riso fбcil em vez de tentar chegar а verdade. Jorge Zahar. Curie e a Radioatividade Paul Strathern. Em apenas 90 minutos de leitura.

Lacerda Editores.

LOWITH MEANING IN HISTORY PDF

As Coisas São Assim – John Brockman

.

CHRISTUS VINCIT CHRISTUS REGNAT CHRISTUS IMPERAT PDF

Desvendando O Arco-iris - Richard Dawkins

.

Related Articles